terça-feira, 23 de agosto de 2011

podemos ser o certo no momento errado, em uma hora em que não estamos prontos pra isso, algo que talvez podesse acabar definitivamente se continua-se. Talvez isso não seja o fim e sim uma pausa. Ou talvez seja um fim com um novo começo pra ambos. Acredito que doi no começo, e ainda há muita dor a ser sentida… mas no fim, terá uma conclusão. Talvez me faça crescer, me faça mudar alguns pontos de vistas.. não me arrependo de ter vivido alguns meses da minha vida com você, pois foi nesses momentos em que me senti muito bem, pois foi nesses momentos em que problemas se tornam soluções tão facilmente. Não era o medo e sim o amor.. talvez tudo não esteja claro em minha mente, mas depois talvez até fique claro demais, não sei.
quando eu olhei pra ele foi como se nossos olhares estivessem distantes, como se eu tivesse em um mundo e ele em outro. Eu senti que ele gosta de mim, mas senti também que isso não é o bastante. Senti o sorriso dele dominar meu corpo e fazer meu coração acelera e eu perde o controle das palavras. Eu senti tudo em um nada, ao mesmo tempo que tava sentindo, estava com o coração vazio, e esse olhar não durou 4 segundos, e me fez sentir nas nuvens mas também prendida no chão.